Agora também aqui

terça-feira, novembro 20, 2007

Vergonhoso....

"O Tribunal da Relação de Lisboa deu razão a um hotel que despediu um cozinheiro infectado com VIH, considerando que ficou provado que há risco de transmissão do funcionário para os clientes."

Corre petição on line para Primeiro Ministro e Presidente da Republica.

Não custa assinar... [aqui]

7 comentários:

Paulo disse...

é daquelas coisa para as quais não consigo arranjar explicação!

ding ling disse...

É ESCANDALOSO!
Se calhar, seria bom colocar todos aqueles que têm o VIH num buraco porque, como é óbvio, não devem trabalhar!
E quem sabe, dizer ao mundo que eles têm muita sorte porque não tapamos o buraco.
Melhor ainda, seria proibí-los de entrar nos hospitais porque podem prejudicar doentes.... ou pior, enfermeiros e médicos que tanta falta fazem a quem não está doente!

SecretSoul disse...

A minha assinatura já conta =)

Contabilista Emocional disse...

Agora vou fazer de advogado do diabo. Não é preciso ser-se médico para saber que o vírus da SIDA é transmissível através de alguns fluidos corporais. A profissão de cozinheiro, ao possibilitar a troca desses fluidos, e apesar dos cuidados de higiene, viria expôr uma data de clientes a esse risco, apesar de este ser baixo. O tribunal não proibiu o homem de trabalhar. Apenas legitimou a justa causa ao despedimento. Posso estar errado. Se estiver, esclareçam-me.
Também não é com exemplos extremos, tal como o dos ghettos ou dos hospitais, que estas discussões evoluem. A SIDA é uma doença contagiosa, apesar de tudo. É certo que o risco de contágio é baixo, mas existe. Esta questão é polémica e pertinente, mas de forma alguma acho que seja escandalosa.

Aequillibrium disse...

Ao contrário do que se pensa, o vírus HIV é extremamente sensível, e muito pouco resistente. O risco de um cozinheiros contagiar alguém não é pequeno, é ridiculamente ínfimo.
Por essa ordem de pensamento, as pessoas com HIV não poderiam frequentar piscinas publicas. Poderiam sangrar e alguém com uma ferida estar na piscina e assim infectar-se. Ou beijar a cara de alguém que tivesse sido beijado por um HIV.
O contágio não é assim tão fácil.

Não sei se o tribunal o proibiu de trabalhar, mas desta forma, todos os cozinheiros por esta país poderão ser despedidos por serem HIV.
Os talhantes. Podem cortar-se.
Os professores de trabalhos manuais. Podem cortar-se.
Os empregados de um café, podem cortar-se.
Há ainda o bom senso. Um HIV positivo, habitualmente quando se corta, toma medidas...

Cientificamente falando, a decisão é um disparate, simplesmente um disparate.

Contabilista Emocional disse...

Esclarecido. Sendo assim, é lamentável o precedente que a decisão do tribunal abriu.

Paulo disse...

A tua adenda, Aequillibrium, está excelente!

Blip.fm