Agora também aqui

quinta-feira, janeiro 17, 2008

USA 300 in Men Who Have Sex with Men

"Emergence of Multidrug-Resistant, Community-Associated, Methicillin-Resistant Staphylococcus aureus Clone USA300 in Men Who Have Sex with Men"

Vem este estudo referido em vários jornais e canais de tv. Estudo publicado na revista "Annals of Internal Medicine". Estudo limitado, cheio de buracos, análises estatísticas no mínimo duvidosas, em que a associação desta infecção é feita aos homens que têm sexo com homens, através do código postal!!! Para não falar dos argumentos que são utilizados na discussão.

"Spread of the USA300 clone among men who have sex with men is associated with high-risk behaviors, including use of methamphetamine and other illicit drugs, sex with multiple partners, participation in a group sex party, use of the internet for sexual contacts, skin-abrading sex, and history of sexually transmitted infections"

Devo de admitir que é a primeira vez que vejo que o uso da Internet é comportamento de risco...

O pior é que estas notícias fazem sucesso, e as pessoas acreditam, não sendo capazes de uma análise critica e objectiva.
Há mesmo grupos que aproveitam estes argumentos. Vejam este exemplo [aqui].

Vamos a ver que proporções isto atinge...

[estudo completo]

6 comentários:

Dogma Central disse...

Não penses que é preciso ir aos EUA, cá para uma boa parte dos médicos ter sexo homossexual, nem que seja com o mesmo companheiro de há anos=comportamento de risco.

Aequillibrium disse...

Dogma, infelizmente concordo contigo...

Dogma Central disse...

A minha esperança é que sejam só os os médicos "de idade" com esse raciocínio, and I quote my mother: de jerico.

Aequillibrium disse...

LOL

Colliding Skies disse...

O mais interessante são os médicos que ensinam isso aos alunos...Enfim...

heartvibes disse...

De rir e de cair da cedeira com tanto riso... LLLOLLL... bring me a shotgun please...

Era caso para levar esse estudo a um professor que tive, ele ia adorar deità-lo abaixo...

Blip.fm