Agora também aqui

domingo, maio 10, 2009

Feira do Livro

Andava eu pela feira do livro na sexta de noite, quando vejo uma colega e vizinha. Estava acompanhada pelo seu marido.

Eu estava com a cara metade e mais uns amigos.

Como não me apeteciam grandes conversas, e muito menos apresentações, já que o seu marido, com quem falo normalmente, tem nome incerto. Ou seja, como apresentar alguém que deveríamos saber o nome, mas não sabemos.

Então saiu-me: vou ali já falar à minha vizinha e sigo para baixo... (e assim evitava apresentações).

E de repente a resposta foi: quê? tens vergonha de nós?

ó páh..... até admito que possa ter parecido isso, mas não foi nada disso, nada com essa intenção...

=(

Como diz uma amiga minha... (em vez de dizer a pata na poça) já meti a bota na boca outra vez

5 comentários:

pinguim disse...

Dizer a verdade "a mentir"...
Abraço.

Kapitão Kaus disse...

Oh pá, bem vindo ao clube!
Eu nunca me consigo lembrar dos nomes das pessoas mais óbvias e, aí, é o caos!!!!

Abraço:)

Renato Miguel Araújo disse...

lol
Olha, eu consigo decorar o nome de todos os alunos de todas as turmas em pouco mais de duas semanas, mas não consigo decorar os nomes dos meu colegas... e depois acontecem coisas realmente más! Como não gosto de tratar as pessoas por "colega", do género, "oh colega, diga-me uma coisa...", então uso o típico "oh faz favor..." e depois o povo sente-se todo empregado de mesa!LOL

F3lixP disse...

Acho que isso já nos aconteceu a todos em certas alturas! Querer poupar tempo e paciência mas criar sarilhos ainda que momentâneos!

Junta-te ao clube disse...

Lol... diz que isso já me aconteceu umas quantas vezes. O que costumo fazer é só dizer o nome da pessoa que sei e pronto...

Ass: Gattaca

Blip.fm