Agora também aqui

domingo, junho 01, 2008

Sô dona Amy


Sô dona Amy chegou atrasada.
Sô dona Amy tombou e quase caiu.
Sô dona Amy estava sem voz.
Sõ dona Amy agarrava-se à saia como se estivesse prestes a urinar.
Sô dona Amy não sabia qual a musica que estava a cantar, muito menos a que iria cantar a seguir.
Sô dona Amy comeu e bebeu em palco e não sabe que é feio falar de boca cheia...
Sô dona Amy tem muitos bons cantores a cantar com ela.


E foi assim, a experiência de a ver ao vivo...

7 comentários:

Catatau disse...

Pelos vistos, os cantores foram mesmo o melhor da festa (um deles até a andou a amparar). Que pena... uma m'cinha tão promissora e olha, tsc...

pinguim disse...

Sô dona Amy não vai durar muito tempo.

He disse...

Lol, priemiro estava com pena de não estar lá e de estar enviado na universidade a estudar, mas mesmo assim acompanhei em directo pela Sic Radical, e realmente não valia a pena, pelo o menos por ela não!! É triste ver uma senhora que podia chegar longe desta maneira, espero que ela ganhe um pouco de juízo.

HuG

Mike disse...

Os músicos que acompanham a Sô dona são de facto muitíssimo bons. Nunca se deve esperar ouvir a qualidade vocal de um CD ao vivo mas aqui a Sô dona esteve muito mal.
A voz ainda não percebi se a Sô dona estava meio afónica ou se já é voz de agarrada misturada com álcool a mais… tu saberás melhor :)

Não pediste o teu dinheiro de volta!? AH, e diz-me que não foi a Sô dona que querias muito ver!

Abraço

Momentos disse...

Sô dona Amy não recebeu o cachet todo, penso eu de que...

Voyager disse...

É triste...tantas pessoas com tanto ou mais talento que ela que não têm as oportunidades no mundo da música que ela tem...e ela aproveita-as assim. Enfim. Não sou fã e pelo andar da carruagem, não vou ser.

João Visionário disse...

Ó sodona variada dos cornos! Ela chegou meia hora atrasada porque tiveram a tentar metê-la de pé nos bastidores... sim, k da maneira k ela apareeu no palco de certeza que se fartou de snifar antes, ou meter na veia... who knows?!

Blip.fm