Agora também aqui

quinta-feira, janeiro 18, 2007

Again?!!!!

Entrei às 9h. Voltava para casa às 20h.
Telefonei a uma amiga quando já estava perto de casa. Também ela saía do Hospital.
Rimos.
Deixei de a ouvir.
Barulho.
Confusão.
Pensei, outra vez não!
Chamei por ela, não respondeu.
Ouvi - 'consegue mexer?'
De repente, volto a ouvir a sua voz. Chorava. 'Hugo, vem depressa, fui atropelada outra vez'.
Ansiedade. Acelerei o passo. Pego no carro e voo para o Hospital.
Encontro-a numa cadeira de rodas a chorar.
Polícia.
Uma rapariga morta de medo. 'Eu atropelei a senhora, eu atropelei a sua mulher'
É minha amiga.
'eu atropelei-a...'
Levei toda a noite com ela na Urgência. Não foi tão grave como da outra vez. Apenas uma fractura no joelho, mas que tem de ser operada.
Vantagem de pertencer ao meio, a espera não foi longa.
Regressei agora a casa. São 2h. Devia de ir comer. Não jantei. Ela só comeu o pequeno almoço, não almoçou nem jantou.
Tenho sono.

No meio da confusão à entrada, um colega de faculdade encontrou-nos no corredor quando ia a sair. Um daqueles que nem nunca foi muito próximo. Foi espectacular. Simpático, prestável, ajudou-nos no que pode. Lindo!. Fico-lhe a dever uma... Quero oferecer-lhe um café, um almoço, qualquer coisa.
Uma outra colega de curso, por duas vezes fingiu que não nos viu.

Tenho sono.

10 comentários:

life chaser disse...

Porra! Que stress esse, hein? :-\ Em relação à contrariedade de reacções, por vezes, as boas (assim como as más) vêm de onde menos esperamos. As melhoras da amiga e sossego, agora, para ti.

inixion disse...

beemm.....não consigo imaginar se algo cmg acontecesse assim tb...senão tentar manter a calma (se isso é possível nessas situações)...deve ser angustiante.

e....as pessoas continuam a surpreender-nos, acho que o café, almoço, whatever será merecido concerteza.

as melhoras para a amiga:)

SecretSoul disse...

:S

Nessas situações manter o sangue frio é mesmo muito importante...que dia :X

ao menos alguém mostrou que está ali para quando for necessário ajudar e por isso já não é tudo negativo...enfim...melhores dias virão, i hope!

abraço!

Manuel disse...

Atropelada pela segunda vez?! É preciso ter azar...mas no meio da sorte ela estava em jejum, o que permitia ser intervencionada logo de imediato caso fosse necessário uma osteossíntese com placas e parafusos, e...caso os ortopedistas estivessem com disposição... é tarde e não é nenhuma urgência: não há fractura exposta e não existe compromisso neurocirculatório...já ouvi esta conversa em algum lado... LOL
É sempre bom pertencer ao meio, o que agiliza normalmente os procedimentos. Não suporto é ter que fazer burocracias nem tão pouco aborrecer-me mais, no meio do grande aborrecimento, com administrativos que insistem em preencher papeis.
Mas no fundo é sempre bom ter amigos que nos ajudam e é bom podermos ajudar os outros.
Depois...há aqueles amigos que só se lembram de nós nos momentos de aperto...e queira-se ou não, ter um amigo num hospital dá muito jeito...estou a falar na optica não do utilizador mas na optica do utilizado...
LOL

As melhoras para a tua amiga.

Momentos disse...

Tudo se resolve e compõem no momento e tempo certo.
Ela é resistente e lutadora.
Em breve estará em casa.

TD disse...

bem.. isso é que é ter azar..será que daqui a pouco também vão multar as pessoas a pé ao falar ao telemovel..?
de qualquer maneira pareçe-me horrivel tares a falar e nesse momento ouvires aqueles barulhos todos!
as melhoras para tua amiga!

S disse...

Be strong! Nestas alturas há k recorrer aos amigos para akele abraço reconfortante... De colegas de faculdade k nos ignoram está o mundo cheio... Hugs e qq coisa apita!

Gonçalo disse...

Mas que dia! É daqueles em que não se devia sair da cama =S

Pessoas que nos conhecem e fingem que não...detesto, odeio, tenho fobia! bah!

Big Hug

/me disse...

Irra...

secret him disse...

irra (ao quadrado). Eu tinha um ataque se isso me acontecesse..

Blip.fm